RITUAL DOS SACRAMENTOS - O BATISMO DAS CRIANÇAS



O BATISMO DAS CRIANÇAS

É o batismo que faz de nós cristãos e nos introduz na Igreja; pela graça, faz-nos nascer para a vida divina; pelo caráter, torna-nos membros do Corpo Místico de Cristo. O batismo marca verdadeiramente a nossa entrada na vida cristã.

EFEITOS DO BATISMO:
1º. Apaga o  pecado original e todo pecado que se houver cometido.
2º.  Incorpora na Igreja e assinala espiritualmente a alma com um caráter indelével, que dá direito a participar nos atos do culto divino: missa, comunhão, etc.
3º. Dá a graça que nos comunica a vida divina e nos abre a porta do Céu.

CERIMONIAL DO BATISMO

INTERROGATÓRIO
Outrora, no princípio da Quaresma, os catecúmenos admitidos ao batismo da Páscoa eram inscritos no número dos "eleitos. Após um interrogatório do bispo, procedia-se a diferentes ritos: insuflação, sinais da cruz, imposição das mãos e imposição do sal. Todas essas cerimônias que acompanhavam a inscrição dos candidatos eram feitas fora da Igreja. Ainda hoje estas mesmas cerimônias devem realizar-se, normalmente, fora da Igreja: à entrada, no pórtico ou no limiar.
O ministro interroga, o padrinho responde:
Ministro - A paz do Senhor seja convosco! Como se chama esta criança?
Padrinho - N. (diz o nome da criança).
M. - N., que vens pedir à Igreja de Deus?
P. - A fé.
M. - E para que te serve a fé?
P. - Para alcançar a vida eterna.
M. - Então, se queres possuir a vida eterna, tens de cumprir os mandamentos: "Amarás ao Senhor teu Deus com todo o teu coração, com toda a tua alma, com todo o teu entendimento; e amarás ao teu próximo como a ti mesmo."

 
 

 
 

 

 

INSUFLAÇÃO
(Gesto de Cristo para expulsar o demônio).
 
O ministro sopra três vezes no rosto da criança:
M - Sai desta criança, espírito imundo, e dá lugar ao Espírito Santo Consolador.
SINAIS DA CRUZ
 
 
 

                                                              
Com o polegar, o ministro traça o sinal da cruz sobre a fronte e o peito da criança, dizendo, entretanto:
M- Recebe o sinal da Cruz, tanto na fronte +, como no coração +. Aceita a fé nos divinos ensinamentos; e seja tal o teu modo de viver que possas desde já tornar-te morada de Deus.
Oremos.
(A Igreja acolhe o catecúmeno sob a sua proteção. Ora por aquele que quer fazer-se um dos seus filhos).
M. - Senhor, escutai benigno as nossas preces! Defendei este vosso Eleito(a) N., com a perpétua virtude da Santa Cruz, cujo sinal lhe acaba de ser impresso. Fazei se mantenha sempre fiel aos rudimentos da excelsa glória e que por Vós é chamado(a) e, pela observância dos vossos mandamentos, se torne digno(a) de ser admitido(a) à glória da regeneração. Por Cristo, Senhor Nosso.
R: Amen.
 
IMPOSIÇÃO DAS MÃOS
(Gesto de autoridade pelo qual Deus toma posse de uma alma e a chama à sua graça).
O ministro impõe a mão sobre a cabeça da criança e diz:
          Oremos:    


 Deus todo-poderoso e eterno, Pai de Nosso Senhor Jesus Cristo, olhai benignamente para este(a)vosso(a) servo(a) N. que vos dignastes chamar aos rudimentos da Fé. Dissipai-lhe de vez a cegueira do coração; quebrai-lhe todos os laços com que o(a) prendia o demônio; abri-lhe, Senhor, as portas da vossa misericórdia: para que, uma vez impregnado(a) do sal, símbolo da sabedoria, seja preservado(a) de toda a corrupção das más paixões, e, atraído(a) pelo suave perfume da vossa Lei, com alegria do coração, vos sirva na vossa Santa Igreja, progredindo sempre de dia para dia na perfeição. Pelo mesmo Cristo, Senhor Nosso.
R: Amen.

IMPOSIÇÃO DO SAL
(O sal é presságio dos alimentos divinos e preserva da corrupção dos vícios).
 Imposição do sal
O ministro introduz um pouco de sal na boca da criança, dizendo:
N., recebe o sal da sabedoria. Seja para ti penhor de vida eterna.
R: Amen.
A paz esteja contigo
R: Convosco seja também!
Senhor, Deus dos nossos pais, fonte de toda verdade, suplicantes Vos pedimos olheis benigno para este(a) vosso(a) servo(a) N. que saboreia este sal como primeiro alimento; não o(a) deixeis por muito tempo esperar faminto(a) o momento de ser saciado(a) com o alimento celeste. Seja sempre de espírito fervoroso, alegre na esperança, constantemente dedicado(a) ao vosso serviço. Conduzi-o(a), Senhor, às águas purificantes do renascimento espiritual, e fazei que mereça gozar, na companhia dos vossos fiéis, as eternas recompensas por Vós prometidas. Por Cristo Senhor Nosso.
R: Amem.

ENTRADA NA IGREJA
(Entrar na Igreja quer dizer "ter parte com Cristo para sempre").

O ministro coloca sobre a criança a extremidade da estola, insígnia da autoridade sacerdotal e, introduzindo-a na Igreja, diz:
M. - N., entra no templo de Deus, para compartilhares da vida eterna com Cristo.
R: Amen.


CREDO E PAI-NOSSO
(O Credo e o Pai-Nosso são a regra da fé e a oração do cristão. O Credo é a própria fé dos Apóstolos, transmitido na forma tradicional. Na Igreja, é a profissão de fé batismal).

Tendo entrado na Igreja, o padrinho e a madrinha recitam, em nome da criança, em voz alta e ao mesmo tempo que o ministro, o Credo e o Pai-Nosso.
Creio em Deus Pai todo-poderoso, Criador do Céu e da Terra. E em Jesus Cristo, seu único Filho, Nosso Senhor, o qual foi concebido pelo poder do Espírito Santo, nasceu da Virgem Maria; padeceu sob Pôncio Pilatos; foi crucificado, morto e sepultado; desceu aos infernos; ao terceiro dia ressuscitou dos mortos; subiu ao Céu; está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso; donde há de vir a julgar os vivos e os mortos. Creio no Espírito Santo; na Santa Igreja Católica; na comunhão dos Santos; na remissão dos pecados; na ressurreição da carne; na vida eterna. Amen.
Pai-Nosso, que estais no Céu, santificado seja o vosso nome. Venha a nós o vosso reino. Seja feita a vossa vontade, assim na terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje. Perdoai-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores. E não nos deixeis cair em tentação. Mas livrai-nos do mal. Amen.

ÚLTIMA PREPARAÇÃO
Outrora na manhã de Sábado Santo, havia um último escrutínio. Exorcismo solene, rito do "effeta", renúncia a Satanás, unção do santo óleo.

EXORCISMO
(O demônio perde o domínio que havia usurpado. O batismo vai fazer daquela alma um templo de Deus).
 Junto das fontes batismais o ministro faz um novo e solene exorcismo (em latim).
M - Eu te exorcizo, espírito imundo, qualquer que sejas, em nome do Pai + omnipotente e em nome de seu Filho Jesus + Cristo, Nosso Senhor e Juiz, e pelo poder do Espírito + Santo. Afasta-te desta criatura de Deus N., que Nosso Senhor se dignou chamar ao seu santo templo, para que ela mesma se torne um templo do Deus vivo, e nela habite o Espírito Santo. Eu to ordeno por Cristo Nosso Senhor, que há de vir julgar os vivos e os mortos e o mundo pelo fogo.
R: Amen.

EFFETA
(Privilégio dos cristãos: abrirem-se para as coisas de Deus).

O ministro toma um pouco da sua saliva e com ela umedece os ouvidos e as narinas da criança, à imitação do que fez Jesus para curar o surdo-mudo. Ele diz (em latim):
M- Effeta, quer dizer: abre-te. Para respirar o perfume de Cristo. E tu, demônio, foge porque está próximo o juízo de Deus.

RENÚNCIA A SATANÁS





(Renúncia a Satanás antes de aderir a Cristo).

Novo interrogatório; o ministro interroga e o padrinho responde:
M. - N., renuncias a Satanás?
P. - Renuncio.
M. - E a todas as suas obras?
P. - Renuncio.
M. - E a todas as suas seduções?
P. - Renuncio.
 
UNÇÃO COM O SANTO ÓLEO
(Unção pré-batismal)








Com o óleo dos catecúmenos, o ministro unge, em forma de cruz, e peito e as espáduas da criança, dizendo (em latim):





M. - Eu te unjo + com o óleo da salvação em Jesus Cristo Nosso Senhor, para que possas alcançar a vida eterna.
R: Amen.





O BATISMO

Na tarde de Sábado Santo, no momento em que a santa Igreja começava as solenidades pascais, os catecúmenos faziam a sua profissão de fé. Depois, durante a noite, eram mergulhados nas águas do batismo e, após a unção do santo crisma, recebiam uma veste branca e uma vela acesa.
O ministro substitui a estola de cor roxa pela de cor branca e entra no batistério juntamente com o padrinho e a madrinha da criança.

PROFISSÃO DE FÉ
A profissão de fé compõe-se dos principais artigos de nossa fé: a Santíssima Trindade, a Redenção em Cristo e o fim sublime dos batizados.
M. - N., crês em Deus Pai todo-poderoso, Criador do Céu e da Terra?
P. - Creio.
M. - Crês em Jesus Cristo, seu único Filho, Nosso Senhor, que nasceu, padeceu e morreu por nós?
P. - Creio.
M. - E crês também no Espírito Santo, na Santa Igreja Católica, na Comunhão dos Santos, na remissão dos pecados, na ressurreição da carne e na vida eterna?
P. - Creio.

O BATISMO
(Sepultados com Cristo pelo batismo, ressuscitamos com Ele para a vida eterna. S. Paulo).
M. - Queres receber o batismo?
P. - Quero.
O padrinho e a madrinha seguram na criança e o ministro derrama sobre a cabeça água batismal, por três vezes e em forma de cruz, pronunciando, entretanto, a fórmula sacramental em latim:






M. - N., eu te batizo em nome do + Pai, e do + Filho, e do + Espírito Santo.

 


UNÇÃO DO SANTO CRISMA
(O batismo faz de nós membros de Cristo, o Ungido por excelência. Cristo significa precisamente: Aquele que foi ungido).
 
 
O ministro unge a cabeça da criança com o santo crisma e diz em latim:
M. - Que Deus todo-poderoso, Pai de Nosso Senhor Jesus Cristo, que te fez renascer pela água e pelo Espírito Santo, e te concedeu o perdão de todos os teus pecados, te unja + Ele próprio com o óleo do Crisma da salvação, em Cristo Nosso Senhor, para a vida eterna.
   R: Amen.
  
M. - A paz seja contigo.
   R. - Covosco seja também.


IMPOSIÇÃO DA VESTE BRANCA
(A veste branca é símbolo da pureza da alma purificada do pecado).
O ministro estende o pano branco sobre a cabeça da criança, em substituição daquela túnica que outrora os neófitos traziam durante oito dias.                                                        M. - Recebe esta vestidura branca (símbolo da inocência batismal). Hás de usá-la sem nunca a manchar, até o momento de te apresentares no tribunal de Nosso Senhor Jesus Cristo. Assim terás a vida  eterna.
R: Amen.
                                                                  
A VELA ACESA
(Símbolo da fé, luz que ilumina a vida do cristão).
Dá-se à criança ou ao padrinho uma vela acesa:                  
M. - Recebe esta vela acesa (símbolo da Fé e da Caridade). Conserva irrepreensível a graça do teu batismo. Cumpre os divinos mandamentos. Assim, quando o Senhor te vier chamar, poderás sair ao encontro d'Ele rodeado(a) de todos os Santos, na bem-aventurança do Céu, onde viverás  por   toda   eternidade.                                  R. - Amen.  

VOTO FINAL
(O melhor dos votos).
O ministro termina com estas palavras:
 
M. - N., vai em paz, e o Senhor seja contigo.
R: Amen.   
O nome do batizado, bem como o do ministro, o dos pais, o do padrinho e o da madrinha, ficam inscritos nos registros da igreja paroquial.
CONSAGRAÇÃO DE UMA CRIANÇA À SANTÍSSIMA VIRGEM
Em muitas paróquias há o costume de, terminadas as cerimônias do batismo, consagrarem a criança à Nossa Senhora.                                  ORAÇÃO                                                                                Virgem Santa Maria, que Jesus nos deu por Mãe no Calvário, eis aqui o(a) filho(a) que Deus nos confiou. Acaba de tornar-se irmão (ã) de Jesus Cristo, pelo santo batismo. Nós vo-lo (a) oferecemos, vo-lo (a) consagramos e confiamos ao vosso cuidado, ao vosso amor maternal.                                          
Ó Senhora, que por vossa intercessão Deus o (a) proteja no corpo e o (a) defenda na alma; se ele (a) se extraviar, acompanhai-o (a) com vosso amor de Mãe, e obtende de Jesus o perdão para os seus pecados e o renascimento para a vida da graça. E a nós, pai e mãe, ajudai-nos a transmitir-lhe os ensinamentos da fé, a ensinar-lhe a viver segundo as leis de Cristo, para que um dia sejamos todos reunidos na casa do Pai, na intimidade do vosso Filho e na alegria do Espírito Santo. Amen.                                                                         
 No fim rezam todos a Ave-Maria.

 
 


3 comentários:

  1. E quando tem várias crianças, esse rito é adaptado?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, o ritual prevê a possibilidade de que várias crianças sejam batizadas ou vários adultos.
      Ressaltando, no entanto, que uma criança que tenha chegado ao uso da razão precisa ser preparada com um Catecismo, diferentemente daquela que ainda não chegou ao uso da razão.

      Excluir